A Liberdade de Pátio




      A Liberdade de Pátio
Um homem incumbido de transportar uma estranha caixa contendo uma cabe a Um excelso professor v se condenado a passar o resto dos seus dias numa pris o deveras invulgar A hist ria por detr s da internacionaliza o de uma das maravilhas culin rias de Portugal Quatro professores reformados que o destino uniu num jardim municipal decidem aliar as suas bibliotecas Um frequentador ass duo do metro calha em faltar com a sua palavra, despertando a indigna o de um dos funcion rios Um comandante da Marinha incapaz de aceitar um n o As mem rias da inicia o sexual de um jovem, num tempo em que os tios tomavam a seu cargo essa tarefa Sete contos Sete hist rias que representam a multiplicidade de registos na escrita inigual vel de M rio de Carvalho. New Read [ A Liberdade de Pátio ] Author [ Mário de Carvalho ] – heartforum.co.uk

M rio de Carvalho nasceu em 1944, em Lisboa Licenciou se em Direito pela Universidade de Lisboa em 1969 Desde jovem que se envolveu na luta antifascista, tendo estado preso ainda na d cada de 1960 e durante o servi o militar A sua luta pol tica leva o ao ex lio, primeiro para a Fran a, depois para a Su cia, em 1973 Ap s o 25 de Abril regressa a Portugal A sua estreia liter ria d se em 1981, tendo desde a publicado regularmente numa grande diversidade de g neros romance, drama, contos, gui es.A sua escrita extremamente vers til e torna se imposs vel inclu lo numa escola liter ria A cr tica considera o um dos mais importantes ficcionistas da actualidade e a sua obra encontra se traduzida em v rios pa ses Inglaterra, Fran a, Gr cia, Bulg ria, Espanha, etcRecebeu diversos pr mios, podendo se destacar, na sua bibliografia, o romance hist rico Um Deus passeando pela brisa da tarde , que constitui o seu melhor sucesso de vendas e que mereceu a aclama o da cr tica, tendo sido distinguido com o Grande Pr mio da APE romance 1995, o Pr mio Fernando Namora 1996 e Pr mio P gaso de Literatura do mesmo ano Vencedor, em 2004, do Grande Pr mio de Literatura ITF DSTe, em 2009, do pr mio Verg lio Ferreira.

Read 
      A Liberdade de Pátio
 Author Mário de Carvalho – heartforum.co.uk
  • Paperback
  • 102 pages
  • A Liberdade de Pátio
  • Mário de Carvalho
  • Portuguese
  • 20 April 2018

10 thoughts on “ A Liberdade de Pátio

  1. Luís Miguel says:

    Divide se em N voas, Esgares e Vincos Aplico estas categorias s personagens, consoante se tratam de ideias, relatos indirectos ou figuras quase palp veis Posso estar a dizer uma grande asneira, mas desde que para mim fa a sentido, encosto me e rio com um dos meus favoritos.A Cabe a de M nlio, d o mote para o resto do livro e agarra o leitor, de tal modo que tive de procurar de quem era a cabe a Entre Vivaldi e os Livros de Roma, o autor prefere a pera.Os caminhos do sucesso, um exerc cio Divide se em N voas, Esgares e Vincos Aplico estas categorias s personagens, consoante se tratam de ideias, relatos indirectos ou figuras quase palp veis Posso estar a dizer uma grande asneira, mas desde que para mim fa a sentido, encosto me e rio com um dos meus favoritos.A Cabe a de M nlio, d o mote para o resto do livro e agarra o leitor, de tal modo que tive de procurar de quem era a cabe a Entre Vivaldi e os Livros de Roma, o autor prefere a pera.Os caminhos do sucesso, um exerc cio de maledic ncia e calhandrice portuguesa.As est tuas de sal, para fechar com chave de ouro esta colect nea de contos, d nos a provocadora prima Matilde e uma doce recorda o da juventude.Parece um trabalho menor, por curto e deliberadamente frag...

  2. António Ganhão says:

    M rio de Carvalho oferece nos, na sua inconfund vel escrita, um conjunto de narrativas curtas onde o ins lito, a sua invulgar capacidade de observa o e um apurado sentido de humor, s o o fio condutor que nos prende leitu...

  3. Os devaneios da Tim says:

    S o no total 7 contos onde o seu tamanho e tema variam O autor gosta de hist rias pequenas e com algum humor nas entrelinhas e n s gostamos disso.Dei uma noite a l lo Algumas hist rias t m a sua piada, outras, a meu ver, nem por isso Uma leitura r pida que me fez querer ler mais livros deste autor.

  4. Miguel says:

    O mais recente livro de M rio de Carvalho uma colec o de 7 contos, vari veis na dimens o e no tema, mas coincidindo no humor e no dom nio que o autor det m sobre a arte de escrever hist rias curtas.

  5. Tiago Gonçalves says:

    Sete contos de M rio de Carvalho, que se situam entre o muito bom e o genial Dentro desta ltima designa o, escolho A for a do destino e As est tuas de sal Escrita excelente e, como diz Pedro Mexia, contos que mais ningu m escreve em Portugal.

  6. Rita Moura de Oliveira says:

    H anos, muitos anos, que n o lia um livro de M rio de Carvalho N o porque n o goste, mas porque outras coisas foram aparecendo pelo caminho.Este um livro de contos, quase todos um pouco surreais, com finais abertos ou totalmente surpreendentes, que se leem num pice n o tenho mem ria da ltima vez que li um livro em menos de um dia Um funcion rio do metro que capaz de tudo para tentar que algu m cumpra a sua palavra Uma alternativa aos past is de nata como internacionaliza o da gas H anos, muitos a...

  7. Rumagoso says:

    Para quem gosta de contos bem escritos em Portugu s Tr s de que gostei mais A liberdade de p tio, As est tuas de sal e A for a do destino A primeira pelo modo como retrata o absurdo da aus ncia de liberdade f sica, com a surrealidade e peculi...

  8. Manuel Gama says:

    Texto no meu blogue

  9. Maria Carmo says:

    I enjoyed reading this book mostly because this Author writes extremely well but somehow it did not TOUCH me much Unlike other books by the Author, this one for me seemed like an exercise of excellent writing but neither the stories nor the characters captivated me Maybe at some point the pressure on Authors to keep writing makes them keep up their incredible excellence, but somehow devoids them of that emotional spark that can really touch their readers This does not mean that I will s I enjoyed reading this book mostly because this Author writes extremely well but somehow it did not TOUCH me much Unlike other books by the Author, this one...

  10. Helena says:

    Pequenas maravilhas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *